Publicidade cabeçário

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Curtinhas Enfadonhas 5: Futebol Arte... Marcial

Futebol Arte Marcial

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Fund. Redes Computador - Mecanismos de Transição Ipv6:Tradução


    Esta técnica consiste em usar algum dispositivo na rede que transforme os pacotes de IPv4 para IPv6 e vice-versa. Esse dispositivo deve ser capaz de realizar a tradução nos dois sentidos de modo de permitir a comunicação.Para saber sobre outros mecanismos de transição clique Tunelamento ou Pilha Dupla.
    Exemplos de tal mecanismo são o SIIT (Stateless IP/ICMP Translation), que não mantém o estado das conexões criadas entre origem e destino, e o NAT-PT (Network Address Translation - Protocol Translation), que mantém os mapeamentos entre endereços IPv4 e IPv6 das conexões. 
    O mecanismo de tradução apresenta como vantagem permitir que máquinas IPv6 se comuniquem diretamente com máquinas IPv4, porém sua desvantagens são apresentadas na  figura abaixo:


Desvantagens tradução
Desvantagens da Tradução IPv6
Fonte da Imagem:bdfatec.blogspot.com.br

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Fund. Redes Computador - Mecanismo de transição:Tunelamento

      O mecanismo de tunelamento permite que duas redes IPv6 distintas, sejam nativas ou baseadas em pilha dupla, se comuniquem utilizando uma rede IPv4 como se fosse um enlace conectando o roteador de saída de uma rede ao roteador de entrada da outra.Existem tunelamentos que tratam a rede IPv4 como um enlace virtual ponto-a-ponto, e também aqueles que tratam como um enlace virtual NBMA (Non Broadcast MultiAccess).
     Exemplos deste mecanismo são: tunelamento manual [Gilligan and Nordmark,00], tunelamento automático 6to4 [Carpenter and Moore, 01], tunelamento automático ISATAP (Intra-Site Automatic Tunnel Address Translation) [Templin et. al, 02], dentre outros.

Tunelameto Revés
Tunelamento Revés
Fonte da Imagem:bdfatec.blogspot.com.br

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Fund. Redes Computador - Coexistência e Transição do ipv6


Existem técnicas de transição do Ipv4 para o Ipv6 que são divididas em três categorias:
Ø  Pilha Dupla ou Dual Stack
o    Provê o suporte a ambos os protocolos no mesmo dispositivo.
Ø  Tunelamento
o   Permite o tráfego de pacotes IPv6 sobre a estrutura da rede IPv4 já existente.
Ø  Tradução
o   Permite a comunicação entre nós com suporte apenas a IPv6 com nós que suportam apenas IPv4.

Exemplo de Comunicação por Pilha Dupla ou Dual Stack
Exemplo de Comunicação por Pilha Dupla ou Dual Stack
Fonte da Imagem:bdfatec.blogspot.com.br

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Fund. Redes Computador - Por que utilizar Ipv6 hoje?

          O IPv6 é a nova geração de Protocolo de Internet.
Ele  já  vem  sendo  utilizado  há  algum  tempo.  Mas  agora  sua  implantação  deve  ser acelerada.  Ela  é  imprescindível  para  a  continuidade  do  crescimento  e  da  evolução  da 
Internet!
Utilização da Internet nos países
Fonte da Imagem:Curso Ipv6 Básico, por: Rodrigo R. dos Santos

                Antonio M. Moreiras

Eduardo Ascenço Reis
Ailton Soares da Rocha

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

S.O. - Conceito Multithread


      Na tentativa de diminuir o tempo gasto na criação/eliminação de (sub)processos, bem como economizar recursos do sistema como um todo, foi introduzido o conceito de thread. Em um ambiente de múltiplos threads (multithread), não é necessário haver vários processos para se implementar aplicações concorrentes. No ambiente multithread, cada processo pode responder a várias solicitações concorrentemente ou mesmo simultaneamente, se houver mais de um processador.
Funcionamento de Threads
Funcionamento de Threads
Fonte da imagem:linhadecodigo.com.br

sábado, 20 de outubro de 2012

Lab. Desenvolvimento - Classificação de ip

E ai galera... Mais um post relacionado com o trabalho de LDII. Hoje vou colocar uma dica do nosso amigo Jeferson Fujisawa ou Polêmico. É um programa que faz tratamento de ips, pra quem está com dúvidas vai servir como base de implementação do nosso projeto. Vale lembrar que não é um programa que trata todos os erros possíveis, mais que para o nosso trabalho resolve. Vou colocar comentários que achar pertinente. Grande abraço e boa semana do saco cheio kkkk.
classificação de ip
Classificações de Ip
Fonte da Imagem:bdfatec.blogspot.com.br

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

LPI - Struct e Funções

Fala pessoal, vou postar aqui o programa de Struct que eu fiz com o Daniel Atílio. Lembrando a todos que tiverem interesse em conhecer um pouco mais sobre Linux acessem:terminal de informação.
O programa baseia-se nessa ideia:
figura1: Característica e ações do objeto Carro
fonte da imagem: bdfatec.blogspot.com.br

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

LPI - Paradigmas nas Linguagens Procedural e Orientado a Objetos


Fala galera, hoje vamos tratar de um assunto importante, os paradigmas das linguagens procedurais e Orientados a Objeto. A seguir um trecho de um TCC, achei bem interessante.
Paradigmas de Programação
fonte da imagem: bdfatec.blogspot.com.br

"O meio procedural pretende "imitar" a máquina von Neumann; o computador é entendido como uma máquina que obedece ordens e o programa como uma prescrição de solução para o problema. O conceito central para representação da solução do problema é o conceito de "variável" como uma abstração para uma posição de memória na máquina, para a qual se pode atribuir um valor.


quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Fund. Banco Dados - Relação e Domínio

Relação

   O modelo relacional é um modelo onde os dados são representados em RELAÇÕES.
Neste modelo, um banco de dados é um conjunto de relações.
   Os dados de uma relação representam fatos reais a respeito de uma entidade ou de um relacionamento do mundo real. Cada atributo de uma relação encontra-se associado a um DOMÍNIO.
Relações em Banco de Dados
Relações em Banco de Dados
fonte da imagem:prolinksolucoes.com.br

Frases Enfadonhas 18 - Mão de Alface!


terça-feira, 16 de outubro de 2012

LPI - Uso de Struct, Manipulação String

Fala pessoal, mais uma postagem sobre struct... Bem simples, a ideia é pegar os valores e imprimir na tela.




Exemplo Struct exercicio 1
Exemplo de Struct

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

S.O. - Unidades E/S e gerações de computador

E ai pessoal, agora sim a última postagem sobre o material da prova de S.O. Unidades de armazenamento e periféricos de entrada, saída e híbridos; uma breve descrição das gerações de computadores. Espero ter ajudado, grande abraço e boa sorte.   

Unidade de Armazenamento E/S

estrutura basica computação

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

S.O. - Modelo John Von Neumann em nível


Sistema Operacional
      
   “Compreende um programa ou um conjunto de programas que de forma coorporativa ou colaborativa, gerenciam o hardware e toda sua complexidade, retornando ao usuário uma interface de fácil uso”.


Arquitetura John Von Neumann 1º nível

Arquitetura John Von Neumann nível 1

Frases Enfadonhas 17 - Vô Neumann?!

S.O. - Estados de Processos e Hierarquia

Fala pessoal, continuando com processos. Como é um assunto muito extenso e complicado eu dividi em 2 posts... Esse é o segundo, vamos dar enfase em outras partes do processo. Divirtam-se dúvidas é só entrar em contato, abraços.



43) Cite os estados que passa um processo.
R: Novo(new), em execução(running), pronto(ready), esperando(waiting) e terminado(terminated).

44) Exemplifique os estados de um processo.
R: Novo, o processo está sendo criado; Em execução Quando está utilizando a CPU naquele instante; Pronto quando aguarda ser executado; Esperando quando precisa de um evento externo para ser executado; Terminado quando já foi terminada sua execução.

45) Como o S.O. gerencia os blocos de processos(PCB)?
R: Através de listas encadeadas utilizando um ponteiro. Separa em lista de processos que aguardam processamentos e lista de processos que esperam algum evento.

Exemplo de Mudança de Estado de Processos

terça-feira, 9 de outubro de 2012

S.O. - Processos e suas características

Fala pessoal, continuando com nosso questionário sobre Sistemas Operacionais agora com foco em processos. É uma matéria bem complexa, por sinal teremos várias questões levantadas... bom proveito! Abraço a todos. 

16) O que é um processo?
R: É a execução de um programa. Ele atende a “Jobs” e mantém informações a respeito de vários programas em execução corrente. Podem ser acionados através do usuário ou pelo próprio sistema.

17) Existe diferença entre processo e programa?
R: Sim, sutilmente mais existe. O processo seria o programa em ação, não em modo latente. Analogia do padeiro:
RECEITA = PROGRAMA;
PADEIRO = PROCESSADOR;
INGREDIENTES = DADOS DE ENTRADA;
AÇÃO DE FAZER O BOLO = PROCESSO.
Analogia do padeiro
fonte da imagem: cic.unb.br

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

S.O. - Tipos de Sistema Operacional e características


Fala pessoal um questionário sobre sistemas operacionais e sua características 

Exemplo de OS/360 sistema de computadores de grande porte
fonte da imagem:flickriver.com

1) Cite 5 tipos de S.O..
R: S.O. de grande porte, S.O. de servidores, S.O. de multiprocessadores, S.O de PC,  S.O. de portáteis, S.O. Embarcados, S.O. de tempo real, S.O. de cartões inteligentes.

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Trabalho Lab. Desenvolvimento: Particionando ip

Fala mulecada, hoje vou postar uma dica de como particionar uma string em pedaços menores, dica do nosso amigo Alison Lemes, programador na TOTVS. 
Contatos:
facebook
Portal de Downloads
Exemplo 1: O ip dividido

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Fund. Banco de Dados: Lista DER 1


Para baixar a lista em formato .doc clique aqui

Elaborar os diagramas de Entidade-Relacionamento dos casos abaixo:

1- Uma delegacia resolveu informatizar seus serviços relacionados aos crimes ocorridos em seu estado criando um banco de dados, para uma melhor gerência dos tipos de crimes mais cometidos. É necessário saber os dados das vítimas e dos criminosos para dar seguimento aos documentos processuais, bem como armazenar informações sobre cada crime ocorrido. Um criminoso comete um crime contra uma ou mais vítimas, e uma vítima pode sofrer um crime por um ou vários criminosos. Um crime é cometido em um município de um estado, e em um crime pode é utilizado um tipo de arma. 

Exe1 - Lista 1 DER